Dica de leitura: obra literária Discursos Mudos de Saulo Barreto.

A obra literária Discursos Mudos de Saulo Barreto é fascinante! Seus contos têm a engenhosidade de mesclar o cotidiano insosso com uma pitada do fantástico regozijante. O escritor libertário possui elegância estilística literária peculiar e decidiu se apartar dos sensos comuns e dos precursores renegando viver limitado a forma pré-estabelecidas.

No conteúdo; ‘Discursos mudos’ escarnece os implícitos filtros de destruição da natureza e humana tão prezados pela nossa sociedade com vistas a selecionar os ‘fortes’ (detentores de poder econômico) dos ‘fracos’ (não ou pouco detentores desse poder). A burocracia, do ‘Chá do decano’; o grito dos oprimidos, no ‘Discurso para a ONU’; a realidade nua e crua imposta pelos opressores em ‘A Entrevista’; o inconformismo com a morte em ‘A Viagem’, são ingredientes que fazem deste livro um dos melhores já impressos neste mundo de ‘faz de contas’ e sem sentido que o autor tenta como ele mesmo disse – em vão – combater.

Sobre o autor:

SAULO BARRETO Lima Fernandes é natural de Teresina/PI tendo nascido em maio do ano de 1983. De hábitos simples gosta de correr, assistir documentários, ouvir música clássica barroca e aprecia uma boa macarronada à carbonara. Reside, atualmente, na ilha de São Luís no Maranhão onde bacharelou-se em Direito, pela Universidade CEUMA, tendo sido aprovado no XXI Exame de Ordem. Anos depois, torna-se também, Bacharel e Licenciado em Ciências Sociais (Antropologia, Sociologia e Ciência Política) pela Universidade Estadual do Maranhão – UEMA e Técnico em Transações Imobiliárias – TTI pela CENFORP/MA. Concluiu, ainda, presencialmente, em 2018, o Curso Cristão RHEMA – Centro de Treinamento Bíblico (2 anos). Amante do conhecimento e cônscio de que nada sabe, cursa atualmente o 3° período do curso de História na Universidade Federal do Maranhão – UFMA.

Iniciou sua vida pública estagiando e trabalhando na Secretaria Municipal de Educação de São Luís – SEMED e hoje atua fazendo parte do quadro público federal do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE. Recentemente, alguns de seus livros foram aceitos para compor o acervo da Biblioteca Nacional de Portugal, além de ser um dos agraciados com a “Medalha 180 anos Brigadeiro Tibúrcio”. Saulo já configurou como organizador, autor e coautor em mais de uma dezena de obras. 1° Secretário da Sociedade de Cultura Latina do Maranhão – SCL/MA, atualmente é um dos grandes estudiosos e responsáveis pelo resgate e reedições das obras de seu mais ilustre consanguíneo – o poeta crateuense José Coriolano (1829 – 1869). No prelo, organiza e comenta um livro de prosa com mais 6 poesias inéditas do referido poeta.

Com informações do site Clube de Autores.

1 Comentário

  • Flávia Pereira
    11 meses ago Reply

    Essa coletânea de obras é simplesmente perfeita! Recomendo, em especial, para aqueles que ainda não conhecem o autor, pois essa é uma ótima porta de entrada. Contém contos, novelas. Quem nunca sentiu que sua vida corre indiferente a seus desejos e motivações? Quem nunca viu ironia e graça na mais trágica das situações? Quem nunca acreditou que um burro de terno seria um ser mais elegante e distinto se comparado a muitos dos nosso representantes públicos nos mais altos escalões? É realmente sensacional!

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Comece a digitar e pressione ENTER para pesquisar